Visão, estratégia e negócios: relatório ESG 2021 – Parte 1

Estamos trabalhando para oferecer um futuro sustentável, colaborando e inovando para expandir nossa capacidade de produzir um impacto positivo na sociedade e no planeta. Como uma empresa líder em ciências dos materiais, temos a responsabilidade e a oportunidade de agir e liderar a indústria em áreas nas quais a nossa ciência e inovação podem fazer a diferença. Isso significa que estamos reduzindo a nossa pegada ambiental, desenvolvendo e implementando soluções para a economia circular e criando materiais mais sustentáveis.

Acelerar a neutralidade do carbono e a circularidade dos plásticos

Em 2020, definimos novos objetivos para várias décadas, de maneira a nos colocarmos no caminho para alcançar a neutralidade de carbono e da eliminação dos resíduos plásticos. Esses objetivos baseiam-se em nossas Metas de Sustentabilidade de 2025: compromissos de 10 anos destinados a ampliar o impacto positivo de nossa empresa por meio da colaboração com parceiros que partilham as mesmas ideias. Nossos objetivos são os seguintes:

Proteção Climática Até 2030:  a Dow reduzirá suas emissões anuais líquidas de carbono em 5 milhões de toneladas métricas. Isso representa uma redução de 15% em relação à base de referência de 2020 da Dow e uma redução de 30% em relação à base de referência de 2005. Até 2050, a Dow pretende ser neutra em emissões de carbono.

Até 2030, a Dow assegurará que 1 milhão de toneladas métricas de plástico sejam recolhidas, reutilizadas ou recicladas por meio das suas ações diretas e parcerias.

Em 2035, a Dow assegurará que 100% dos produtos da Dow vendidos em aplicações para embalagens sejam reutilizáveis ou recicláveis.

Protegendo o nosso clima

Estamos intensificando as nossas ações para reduzir as emissões globais de carbono, de forma que tenhamos uma Dow neutra em carbono até 2050, demonstradas pelo nosso compromisso de reduzir as nossas emissões líquidas anuais de carbono de escopo 1 e 2 em 5 milhões de toneladas até 2030, em comparação com a nossa base de referência de 2020. Refletindo o nosso objetivo de alcançar avanços significativos em curto prazo, reduziremos as emissões de CO2 em aproximadamente 2 milhões de toneladas métricas por ano, ao mesmo tempo que aumentaremos os ganhos subjacentes em cerca de 2 bilhões de dólares até 2025.

Descarbonizar e crescer

Nossa estratégia com base científica inclui uma abordagem por fases para descarbonizar, ao mesmo tempo em que atende à crescente demanda por nossos produtos e contribui para um futuro com baixo carbono, por meio do investimento contínuo em novos produtos, tecnologias e processos. Nossas ações incluem:

1. Substituição de ativos em fim de vida útil por tecnologias de maior eficiência e menor emissão.

Nossa abordagem por fases está sendo realizada site a site para reduzir nossa pegada de carbono, substituindo ativos em fim de vida útil e de alta intensidade de carbono por tecnologias mais eficientes em termos de carbono e investindo em tecnologias de redução de carbono, incluindo hidrogênio circular e captura e armazenamento de carbono.

2. Aceleração do investimento em energias renováveis

Em 2021, expandimos o acesso à energia renovável para mais de 900 megawatts (MW), de modo que mais de 25% da nossa eletricidade adquirida vem de fontes renováveis.

3. Inovação em materiais e soluções de baixo carbono

Estamos auxiliando os nossos clientes a alcançarem os seus objetivos relacionados com o clima, por meio de produtos que permitem benefícios como eficiência energética, leveza, transição de combustíveis, circularidade, maior eficiência operacional, reduções no uso de recursos e menor emissões.

4. Investimento em tecnologias transformadoras de próxima geração

Estamos inovando em tecnologias de fabricação de nova geração, como Desidrogenação Catalítica Fluidizada (FCDh), Desidrogenação de Etano (EDH) e tecnologia de craqueamento elétrico (e-cracking). Esses processos de fabricação inovadores estão em várias fases de desenvolvimento e fazem parte das nossas soluções para criar uma indústria de baixa pegada de carbono.

Para oferecer soluções de baixo carbono aos nossos clientes, estamos trabalhando para reduzir as emissões em nossas unidades de manufatura. Os nossos planos estão baseados na redução de 15% das emissões que já alcançamos desde 2005 – durante um período de crescimento significativo – e nos permitem reduzir as nossas emissões dos escopos 1 e 2 em mais 15%, para um total de 30%, até 2030, ao mesmo tempo que aumentamos os nossos ganhos. Essa modernização dos nossos ativos de produção será um catalisador para nos auxiliar a atingir o nosso objetivo de zero emissão de carbono3 até 2050.

Aceleração do investimento em energias renováveis

Em 2021, fomos uma das 20 principais empresas globais que utilizaram energia limpa e adicionamos 132 megawatts de capacidade de energia eólica e solar por meio de novos acordos de aquisição de energia renovável. A energia fornecida pelos novos acordos deverá reduzir as emissões do escopo 2 em mais de 600.000 toneladas métricas de CO² por ano. Os novos acordos trazem o nosso acesso total à energia renovável para mais de 900 megawatts, muito antes da nossa Meta de Sustentabilidade 2025, alinhado com a energia de fontes renováveis. Os novos acordos de aquisição de energias renováveis incluem:

  • Na Europa, seis acordos permitiram a transição de oito sites da Dow na Espanha, Reino Unido, Suécia, França e Alemanha para 100% de eletricidade verde. Diversos outros sites da Dow em toda a Europa também caminharam rumo a um mix de energia mais limpa ou estão importando energia renovável para complementar a autogeração necessária para garantir operações confiáveis.
  • Na América Latina, assinamos um acordo de longo prazo no Brasil com a Casa dos Ventos, alinhado com a construção de uma nova usina eólica no estado do Rio Grande do Norte. O acordo fornece ao nosso site em Cabangu, Brasil, o acesso à capacidade com custo competitivo para a eletricidade gerada pelo vento, com a garantia de 60 MW de energia renovável contínua, que fornecerá energia para a produção de silício metálico.
  • Na América do Norte, um acordo de longo prazo com a Capital Power Corporation, em Alberta, Canadá, fornecerá capacidade de energia limpa, substituindo aproximadamente 40% da demanda de energia em nosso site de produção de polietileno em Prentiss, Alberta. O acordo com a Capital Power, fornecido por meio do projeto de parque eólico Whitla 2 da empresa, apoia a diversidade da rede e proporciona um maior acesso à energia renovável para a Dow.

Inovação em materiais e soluções de baixo carbono

Aplicando nossa expertise em ciências dos materiais, estamos ajudando as melhores marcas do mundo a tornarem seus produtos mais sustentáveis, ao mesmo tempo que ampliam oportunidades de inovação e ganhos futuros.

Embalagens sustentáveis

Estamos reduzindo o impacto climático das embalagens, oferecendo resinas pós-consumo recicladas (PCR), utilizando matérias-primas renováveis para oferecer polímeros à base de plantas e desenvolvendo materiais para ajudar os nossos clientes a conceberem embalagens que sejam eficientes em termos de recursos e recicláveis.

Não precisa procurar além do que seu supermercado local para encontrar embalagens para alimentos congelados, cereais, bebidas e detergentes, entre outros, que apresentam, agora, uma pegada de carbono mais baixa, graças aos elastômeros de poliolefina de base biológica AFFINITY™ RE da Dow e de elevado desempenho. A gama de produtos AFFINITY™ RE é produzida com matéria-prima de base biológica e concebida para otimizar a pegada de carbono dos adesivos de fusão a quente utilizados nas embalagens.

Infraestruturas sustentáveis

A eficiência energética é uma das maiores oportunidades para a inovação sustentável em aplicações industriais, comerciais e de construção residencial e infraestrutura. A Dow possui um amplo portfólio de soluções nessa área, incluindo tecnologias que permitem a transição para a energia renovável e a criação de edifícios mais eficientes.

  • Os compostos ENDURANCETM para sistemas de cabos oferecem suporte à próxima geração de infraestrutura, com vida útil mais longa e emissões de carbono mais baixas, incluindo parques eólicos em terra e no mar. Nosso novo ENDURANCE™ HFDD 4201 permite emissões de carbono significativamente mais baixas (~80%) e economia de material e energia durante a produção de cabos.
  • Nas edificações, as reduções das emissões de carbono podem começar desde o telhado, onde os revestimentos refletores e os materiais de membrana da Dow permitem que os telhados frios reduzam o consumo de energia em cerca de 20%, ao mesmo tempo que prolongam a vida útil. No fundo do edifício, os éteres de celulose WALOCEL™ da Dow e os pós de látex dispersíveis permitem que as argamassas de mistura seca utilizem até 70% menos matérias-primas em termos de peso, resultando em uma menor pegada de carbono. A nossa tecnologia permite economia significativa de CO2 em aplicações de utilização final por meio de um consumo reduzido de cimento.

Mobilidade sustentável

Nossa ciência dos materiais está ajudando na transição para um mundo de mobilidade de baixo carbono com produtos que dissipam o calor e fornecem proteção duradoura para veículos elétricos e híbridos, além de soluções mais leves, que expandem as opções de design para aumentar a eficiência dos combustíveis e energia e aumentar o alcance de automóveis. Alguns de nossos produtos são:

  • A tecnologia do adesivo DOWSIL™ Thermal Radical Cure™, para uso em unidades de controle de eletrônicos automotivos, sensores, iluminação e monitores, reduz a energia necessária na fase de produção em até 90%, em comparação com adesivos de cura térmica padrão.
  • Os terpolímeros de etileno-dieno-propileno (EPDM) da NORDEL™, para vedantes meteorológicos, mangueiras e correias, reduzem as emissões de CO2 em cerca de 40%, em comparação com as tecnologias EPDM convencionais.
  • Os poliuretanos SPECFLEX™ C e VORANOL™ C, para espumas flexíveis, oferecem um teor de circularidade de 30% e reduzem as emissões de CO2, em comparação com o equivalente de combustível fóssil. Aplicações de consumo sustentáveis: apoiamos o desenvolvimento de produtos de consumo mais eficientes e sustentáveis, que economizem energia, preservem recursos naturais e reduzam as emissões.
  • Estamos trabalhando com os proprietários de marcas, como Ralph Lauren, para tornar o tingimento de roupas mais sustentáveis usando a tecnologia de tratamento de têxteis ECOFAST™ da Dow, química que permite que as tecelagens adaptem seu processo e tinjam algodão usando até 90% menos produtos químicos, até 60% menos pegada de carbono, até 50% menos água e até 40% menos energia.
  • A Dow anunciou uma colaboração com a Crocs para reduzir o impacto de CO2 da resina Croslite™ – o material que a Crocs usa para criar seu calçado icônico. A Crocs está, atualmente, aumentando a produção de materiais de resina Croslite™ com a ajuda da tecnologia da Dow.

Aprimorando a Gestão Hídrica

Como parte do nosso compromisso com a Water Resillience Coalition (WRC) no âmbito do CEO Water Mandate do Pacto Global das Nações Unidas, estamos empenhados em avançar na melhoria da gestão hídrica em nossas operações e em colaborar para melhorar a gestão de recursos hídricos provenientes de bacias hidrográficas. Estabelecemos uma meta global para reduzir o uso de água potável em 20% nos nossos principais sites até 2025. Em 2021, reduzimos o consumo de água potável por meio da implementação de projetos de conservação de água e tecnologias com melhor eficiência hídrica. Continuamos a tomar medidas para melhorar as nossas abordagens em matéria de eficiência, gestão e medição da água, a fim de impulsionar o progresso sustentável.

Texto adaptado para o blog Lonax sob autorização. A Dow (NYSE: DOW) é uma das principais empresas de ciência dos materiais do mundo, como  embalagens, infraestrutura, mobilidade e aplicações de consumo. Opera fábricas em 31 países e emprega aproximadamente 35.900 pessoas. Em 2023 a empresa entregou aproximadamente US$ 45 bilhões em vendas.

Siga nossas redes Sociais

Confira Também

Design com alma brasileira

A Lider Interiores é uma empresa brasileira do ramo moveleiro, fundada em 1945 por João da Mata Nogueira na cidade de Carmo do Cajuru, Minas

Abrir bate-papo
Fale com a gente!