[Infográfico] Saiba como escolher o melhor filme agrícola para sua estufa

A cobertura correta de uma estufa é muito importante para o seu desenvolvimento. Ela protege a plantação das condições climáticas (chuvas, raios ultravioleta, frio e geada), e reduz a disseminação de doenças e pragas, e pode ser feita em túneis baixos ou em estufas plásticas. O material mais indicado para este fim é o filme agrícola. Você sabe por quê? E como escolher o tipo mais adequado? Então, confira este texto!

O que é um filme agrícola?

Esse produto possui alta resistência e durabilidade. Os seus aditivos atuam contra a radiação ultravioleta, protegendo a plantação das intempéries e controlando a luminosidade do ambiente (filme difusor ou leitoso). Além disso, ter uma cobertura ou fechamento lateral com esse produto na estufa favorece o desenvolvimento adequado da cultura e do seu manejo fitossanitário.

Devido à sua composição, o filme agrícola ajuda na economia do uso de defensivos e na produção de alimentos mais saudáveis para o consumidor. Por isso, ele é recomendado para o cultivo de orgânicos. O tipo mais utilizado pelos agricultores é o filme composto de polietileno de baixa densidade, aditivado com o antiultravioleta.

Em geral, os filmes possuem multicamadas com resinas plásticas. Elas são obtidas através do processo químico da polimerização (junção de polímeros e monômeros) com aditivos específicos. Veja quais são os materiais mais comuns que fazem parte da composição:

  • polietileno de baixa densidade;
  • polietileno de alta densidade;
  • cloreto de polivinila;
  • etileno vinil acetato.

Qual é a importância do filme agrícola?

O filme utilizado na estufa interfere diretamente na qualidade e produtividade das plantas. Ao contrário do que pode-se pensar, o produto não é uma espécie de guarda-chuva cuja única função é evitar a entrada de água. Na verdade, trata-se de um insumo agrícola com benefícios muito relevantes.

Quando utilizado de forma correta, o filme proporciona uma produção estável, com a qualidade garantida. Essas vantagens se estendem até o consumo e o varejo, pois ambos terão a plantação à disposição, independentemente do clima ou de outros fatores.

Mas a principal função da plasticultura (agricultura protegida) é a produção controlada, que evita desperdícios e economiza água e agroquímicos.

Quais são os diferentes tipos?

Os filmes são usados na agricultura para diferentes objetivos, pois possuem insumos com características que beneficiam a produção e o diferenciam do plástico comum. Por exemplo, o foto seletivo intensifica a radiação para a fotossíntese das plantas, já o plástico térmico fornece mais aquecimento no inverno ou menos no verão, conforme necessário. Conheça os principais tipos:

  • transparente comum;
  • térmico;
  • foto difusor;
  • foto seletivo;
  • antivírus;
  • anticondensação;
  • antiestático.

Quais são as funções dos aditivos?

São os aditivos que dão forma aos filmes e oferecem a garantia do uso. As suas principais funções são bloqueio à radiação ultravioleta (UV) e aumento da vida útil do material empregado. Mas eles também podem reduzir a formação de gotículas, modificar a tensão superficial e proteger a plantação de sujeiras e pragas. Juntas, essas características proporcionam maior taxa fotossintética na área do cultivo.

Como escolher o melhor filme?

A escolha do plástico ideal depende da cultura — essa informação é obtida com o agricultor ou empresário rural, a partir das condições de germinação, crescimento e desenvolvimento da cultura. Após verificar o tipo de cultura, o profissional especializado em cultivo protegido (técnico ou engenheiro agrícola) irá consultar o catálogo de venda, com as informações precisas de cada filme agrícola. A próxima etapa é combinar as necessidades do filme com as opções disponíveis no mercado, para só então comprar.

O tipo mais utilizado no Brasil é o difusor de luz. Como o próprio nome diz, a sua composição possui aditivos que atuam no aumento da difusão da radiação, efeito desejado para estufas e casas de vegetação. Normalmente, o período de ação desses componentes — ou seja, a vida útil do produto — é de 12 a 18 meses. Após esse período, o filme deve ser trocado porque se degrada pelo efeito da radiação e o plástico se torna apenas um plástico transparente comum.

Além das propriedades biológicas, é importante observar a estrutura do filme. Normalmente, a variação da espessura é de 100 a 200 mícrons e a largura fica entre 4 a 12 metros. A duração e a transmissividade do material funcionam como guias para a escolha. Em resumo, um projeto de estufa deve considerar os aspectos econômicos e técnicos.

Na prática

Os filmes térmicos coextrusados (multicamadas) são os mais adequados para cobrir estufas, principalmente em regiões de maior exigência de retenção de luz e culturas de alto porte que provocam o sombreamento, como o tomate e o o pepino. Os filmes coloridos têm funções específicas. Por exemplo, o vermelho aumenta a taxa fotossintética das plantas e o azul inibe a entrada de insetos e o desenvolvimento de fungos.

Mas além das características direcionadas, a aplicação do produto também conta muito para o desenvolvimento das culturas. A fixação do material de cobertura não pode ter contato direto com a estrutura porque pode provocar a sua deterioração. Já o tensionamento do plástico precisa estar firme para não vibrar com o vento e evitar movimentação.

O controle do ambiente pode ser feito por instrumentos de medição das condições internas e externas. Trata-se de uma espécie de mini estação meteorológica capaz de medir e coletar dados da temperatura, umidade relativa e CO2. Por meio de sensores ligados a um computador, é possível captar as variáveis do ambiente externo: precipitação, temperatura, radiação, velocidade e direção do vento.

Uma forma de garantir uma estufa de qualidade é buscar um profissional qualificado. Ele deve oferecer um bom planejamento, elaborar e assinar o projeto, ter registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), emitir termo de garantia e nota fiscal no valor integral. Assim, além de escolher o melhor filme, a segurança estará garantida. Esse investimento trará resultados a longo prazo e evitará prejuízos.

Além desses cuidados com o filme agrícola, é muito importante acompanhar as novidades e tendências dessa área. Com o avanço da tecnologia, os produtos ganham mais benefícios e podem oferecer um melhor resultado para o seu projeto. Siga as nossas redes sociais e amplie o seu repertório para fazer a escolha correta: estamos no Facebook, Twitter e Linkedin.

como montar estufa agrícola

Siga nossas redes Sociais

Confira Também

Design com alma brasileira

A Lider Interiores é uma empresa brasileira do ramo moveleiro, fundada em 1945 por João da Mata Nogueira na cidade de Carmo do Cajuru, Minas

Abrir bate-papo
Fale com a gente!