Como planejar pequenas reformas? Entenda mais sobre o assunto

3 minutos para ler

As pequenas reformas são um jeito simples de dar uma cara nova àqueles cômodos da casa que andam meio sem graça. No entanto, mesmo esses projetos de pequeno porte precisam ser planejados com antecedência para que não se transformem em uma bola de neve com problemas não programados.

Nós escrevemos este artigo para ajudar você a fazer uma reforma de sucesso com o mínimo de contratempos. Continue a leitura e confira!

Defina o objetivo da reforma

Começar uma reforma sem ter o seu objetivo em mente é um erro que pode custar muito caro no seu orçamento. Essa etapa do planejamento é importante porque serve de orientação para todas as decisões tomadas ao longo do projeto, além de evitar dores de cabeça com gastos inesperados.

Por isso, faça um escopo da reforma e pesquise referências para aperfeiçoar sua ideia inicial. Isso vai ajudar você a definir a viabilidade do seu projeto e então ajustar suas expectativas à realidade do seu orçamento.

Estipule um orçamento

O seu planejamento deve incluir todos os gastos com materiais e mão de obra, além de um montante reservado para possíveis imprevistos. Esse cuidado vai evitar que seus clientes gastem dinheiro com uma obra superfaturada e comprometam o orçamento de outras necessidades do seu dia a dia.

O planejamento financeiro também é fundamental para conseguir bons materiais pelo melhor custo-benefício do mercado. Dessa forma, você consegue baratear sua obra sem abrir mão da qualidade do seu projeto.

Separe o projeto em etapas

É normal que os proprietários queiram terminar uma obra o mais rápido possível com a intenção de minimizar o cansaço gerado por essa quebra de rotina. Porém, isso nem sempre é uma boa ideia, já que certos reparos só podem ser iniciados após a conclusão de outros.

A melhor forma de lidar com isso é separando o projeto em etapas e definindo um cronograma para a realização de cada uma delas. Dessa forma, você terá um maior controle sobre a duração da reforma e se sentirá mais preparado para lidar com esse desgaste, principalmente se estiver morando na residência que está sendo reformada.

Consulte um profissional

A opinião de um profissional é fundamental em todas as etapas do projeto, pois ele é a pessoa mais capacitada para lidar com as complexidades de uma reforma. Além de executar o projeto conforme o idealizado, a sua experiência no mercado vai ajudar a otimizar os resultados da obra.

Os engenheiros e arquitetos são os mais indicados para essa finalidade, principalmente quanto a reforma envolve aspectos estruturais do imóvel. Além disso, você precisa consultá-los com uma certa antecedência, para que você possa concluir o projeto no momento esperado.

Mesmo as pequenas reformas dependem de um bom planejamento para terem ótimos resultados. Quando chegar o momento, não se esqueça de usar lonas plásticas para evitar danos na superfície dos móveis dos seus clientes. Afinal, de que adianta melhorar um cômodo e acabar danificando as mobílias?

Gostou do artigo? Assine agora mesmo a nossa newsletter e receba mais conteúdos como este diretamente no seu e-mail!

Você também pode gostar

Deixe um comentário