O que esperar do mercado da construção civil para os próximos anos?

4 minutos para ler

A pandemia de coronavírus instaurou novos obstáculos no mercado da construção civil. Desde 2020, o setor vem sofrendo com o encarecimento de insumos e matérias-primas, bem como com a escassez desses produtos nos comércios. Apesar dos desafios impostos pela crise, o setor apresenta alguns dados positivos e se mostra promissor para o período pós-pandêmico.

Continue a leitura deste artigo e saiba o que esperar da construção civil para os próximos anos!

Crescimento do setor

A construção civil vem atravessando um cenário de incertezas que se agravou com a chegada da pandemia. Mesmo com as dificuldades, o setor se mantém otimista e prevê uma retomada do seu crescimento para os próximos anos.

Apenas em janeiro de 2021, a construção civil gerou 44 mil novas vagas de empregos, uma alta que já ocorria desde 2020 e bateu os recordes de 2010 para o mesmo mês. No ano passado, esse foi o setor que mais criou postos de trabalho em meio à pandemia.

A expectativa é de que a construção civil recupere aos poucos o seu crescimento, para compensar os déficits habitacionais acentuados durante a pandemia e prover moradias populares para famílias de baixa renda.

Aumento do aluguel de imóveis

A pandemia trouxe alguns impactos para o mercado imobiliário, tendo em vista a migração de empresas para ambientes virtuais de colaboração. Com o esvaziamento de edifícios comerciais, as construtoras agora se concentram em adaptar esses espaços para moradias nos grandes centros.

O recorde de quedas na taxa Selic também resultou em aluguéis mais econômicos para as classes médias. Esse é um grande atrativo principalmente para as novas gerações, que estão abrindo mão da casa própria para investir em espaços alugados, que também possam ser sublocados para outras pessoas a fim de economizar com o aluguel.

Uso de novas tecnologias

O avanço da pandemia de coronavírus ressaltou a importância das tecnologias em momentos de crise, tanto para a qualidade de vida da população quanto para a estabilidade de diversos setores da economia. Tendo em vista a sua relevância para a sociedade, é fundamental que a construção civil também abrace as novas tendências.

Desenvolvimento sustentável

O desenvolvimento sustentável é uma temática muito pertinente à construção civil, devido aos impactos negativos de suas atividades no meio ambiente. Além da preservação ambiental, as tecnologias sustentáveis podem contribuir para a redução de custos nos projetos.

Estas são algumas inovações disponíveis atualmente:

  • painéis solares;
  • tijolos feitos a partir de resíduos, como o plástico;
  • lonas recicladas;
  • bioconcreto;
  • placas de alumínio para concretagem.

Softwares de gerenciamento

Os softwares de gerenciamento já são comuns no universo corporativo e devem se expandir para a construção civil. Essas ferramentas ajudam a otimizar diversos aspectos do negócio, como prospecção de clientes, cronograma de obras, redução de custos, desempenho das equipes e muitos outros.

Realidade virtual

A realidade virtual diz respeito a tecnologias que imitam experiências da vida real em meios digitais. Na construção civil, esse é um recurso bastante útil para realizar treinamentos e prever o resultado de projetos antes de apresentá-los aos clientes, por exemplo. Isso resulta em equipes mais capacitadas e clientes mais satisfeitos com seus investimentos.

As mudanças no mercado da construção civil são necessárias para garantir a prosperidade do setor mesmo em momentos de crise. Por isso, é importante que os profissionais da área acompanhem as novidades que tanto contribuem para o seu crescimento econômico e sustentável.

Quer ficar por dentro das novidades da construção civil? Cadastre seu e-mail em nossa newsletter e receba mais conteúdos gratuitos como este em sua caixa de entrada!

Você também pode gostar

Deixe um comentário