Guia rápido: saiba como fazer uma boa silagem

O agronegócio tem um importante papel em nossa economia. Segundo o Centro de Estudos de Economia Agrícola da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz de Piracicaba (Cepea/Esalq), 19 milhões de pessoas trabalham, direta ou indiretamente, nos processos desse setor em 2016. Esse montante representava 20% do total de empregos no país no período. Dessa forma, a atuação de um engenheiro agrônomo é essencial para o desenvolvimento da agricultura e pecuária.

Esse profissional deve acompanhar as novidades do mercado, aplicando conceitos eficientes e tecnologias que melhoram a qualidade dos serviços. Nessas horas, é necessário saber como fazer uma silagem eficiente. Entretanto, muitos ainda têm dúvidas e acabam não alcançando os resultados que desejam.

Este post vai mostrar para você quais são as principais falhas e como é possível evitá-las com dicas e procedimentos corretos. Continue a leitura e aproveite!

Os erros que você deve evitar

A silagem é um processo utilizado em fazendas. A fermentação em meio anaeróbio, ambiente isento de oxigênio, produz alimentos para ruminantes. Existem vários procedimentos que devem ser respeitados de acordo com os objetivos de cada gestão.

A falta de análise da acidez do solo e das condições ambientais atrapalha a realização de uma boa silagem. A ausência do controle das perdas da silagem também é outra questão muito importante. Quando as perdas ficam entre 25-50%, há indícios de que algo está errado.

O efluente de silagem tem alto poder de poluição e deve ser reaproveitado em outras atividades. Despejá-lo nos cursos d’água é uma atitude arbitrária, que atrapalha o equilíbrio ambiental dos rios e polui o meio ambiente. Na impossibilidade do reaproveitamento, é possível tratar o efluente.

Lembre-se, também, que muitos profissionais utilizam apenas os pontos financeiros para comprar produtos. Quem toma essa atitude corre o risco de trabalhar com mercadorias de baixa qualidade, que atrapalham a performance da produção e não oferecem garantias.

As melhores dicas para aprender a fazer uma silagem

Após conhecer os principais erros que atrapalham a fazer uma boa silagem, é o momento de você descobrir como ter muito sucesso em seu trabalho. Damos orientações que vão ajudá-lo a modernizar a fazenda, ser sustentável e agradar seu chefe com bons resultados. Veja-as a seguir:

Planeje todas as atividades

Seja para viajar pela Europa, seja para gerenciar os trabalhos em uma fazenda, é necessário planejar muito bem. Enquanto a primeira situação exige a reserva de hotéis, a análise de passeios e a compra de passagens, o segundo caso demanda um estudo completo dos recursos disponíveis, das conjunturas ambientais, dos equipamentos e da mão de obra que serão utilizados.

Apenas após entender como todas essas questões estão interligadas, você tem condições para tomar atitudes corretas. Além do mais, você também deve conhecer os tipos de silos e para quais situações cada um deles mais se adéqua.

A manutenção das máquinas e o constante processo de treinamento de colaboradores não podem faltar em sua metodologia. Dessa forma, fique atento para não deixar essas atividades de lado e aprenda como fazer uma silagem de qualidade.

Conheça o solo

O solo de uma fazenda tem características únicas, que devem ser aproveitadas por um profissional bem preparado. Os atributos físicos e químicos podem ou não atrapalhar a fazer uma boa silagem. Dessa forma, saiba quais são eles.

O pH mede a acidez do solo. Uma silagem boa sempre está relacionada com baixo pH. A silagem de milho, por exemplo, demanda um pH entre 3,8 e 4,2. Já as gramíneas exigem pH entre 4,0 e 4,8.

Conhecer a temperatura também é essencial. Ela é facilmente classificada com o uso de um termômetro, o que facilita o seu controle. De qualquer forma, solos com temperaturas acima de 49 ºC indicam danos e problemas.

Então, realize análises rotineiras nas áreas das suas lavouras e esteja pronto para corrigir o solo sempre que necessário.

Evite contaminações

O descarregamento, quando não é bem realizado, oferece sérios riscos à qualidade da silagem. Isso acontece porque muitos tratoristas avançam sobre o silo para descarregar a nova forragem. Quando os pneus dos tratores estão enlameados, a forragem pode ser contaminada com micro-organismos. Dessa forma, utilize equipamentos diferentes para compactar e transportar o material.

Por mais que essa dica pareça simples, ela é essencial para garantir uma boa silagem.

Utilize a lona correta

A lona é um material que não pode faltar em uma fazenda. Ela é utilizada nos silos de superfície e trincheira, modelos mais adotados pelos produtores nacionais. Por isso, você não deve medir esforços para escolher um produto de confiança.

O tamanho da lona, geralmente, é padronizado: 50 ou 10 m de comprimento x 8 a 12 m de largura. Então, escolha as dimensões que atendam às necessidades da sua produção.

Fique atento, também, à resistência da lona. Ela deve ser resistente a rasgos e furos, o que está diretamente ligado à qualidade do material que originou a produção do plástico. Caso você tenha dificuldades para identificar essas peculiaridades, peça ajuda de um técnico especializado.

A função barreira de oxigênio está ganhando força no mercado brasileiro, já que ainda não existe uma legislação que obrigue à sua existência. As empresas que oferecem produtos com essa característica se destacam dos concorrentes e mostram que estão preocupadas para adotar tecnologias de ponta, pois o oxigênio não permeia para a massa de silagem e não causa desperdícios.

Além disso, a lona deve ser de dupla face, sendo o lado escuro aquele que fica ao lado do material armazenado. Esse posicionamento potencializa o efeito da radiação, desde que exista o tratamento anti-UV.

Existem, de fato, vários desafios na rotina de trabalho de um engenheiro agrônomo. Dessa maneira, você deve trabalhar com um fornecedor experiente e que conheça as necessidades do mercado. O treinamento do time de trabalho e a adoção de estratégias tecnológicas também não podem faltar em seu planejamento.

Ao ler o nosso post, você aprendeu como fazer uma silagem e pode garantir, agora, a qualidade da safra. Quer aprender mais sobre os assuntos mais importantes para a sua fazenda? Basta assinar a nossa newsletter e acompanhar os nossos lançamentos!

Siga nossas redes Sociais

Confira Também

Design com alma brasileira

A Lider Interiores é uma empresa brasileira do ramo moveleiro, fundada em 1945 por João da Mata Nogueira na cidade de Carmo do Cajuru, Minas

Abrir bate-papo
Fale com a gente!