Fique por dentro do processo de ensilagem

Desde meados do ano 2000, a expressão “ensilagem de qualidade” têm sido empregada no Brasil, sendo um reflexo natural da elevação do padrão no processo de ensilagem. Entre os fatores determinantes para isso, destacamos a visão do produtor que tem exigido cada vez mais meios para uma excelente forragem.

Neste post, trazemos as melhores dicas para o procedimento de ensilagem, abordando todos os passos pertinentes ao assunto. Desde o planejamento do corte do material na plantação, até o momento em que o alimento é armazenado, passando pelo procedimento de fermentação, com o uso de lonas específicas para o trabalho. Não deixe de conferir!

Entenda a importância da ensilagem

Resumidamente, a ensilagem é um procedimento para conservação de alimentos por meio de fermentação, graças à produção de ácido lático baseado na redução do pH, a partir do açúcar e na eliminação do oxigênio por meio do uso de lonas específicas. Outro objetivo importante é o de conservar ao máximo o valor nutritivo original da forragem.

O método de ensilar tem sido considerado a forma com o maior benefício e o menor custo conhecido até o momento. Além disso, é a forma de volumoso mais recomendada para os sistemas modernos de produção, que visam maximizar o uso da terra, do trabalho e do tempo.

Planeje tudo que precisa no processo de ensilagem

Após conseguir uma safra de alta qualidade vinda da lavoura, você deve ter todo conhecimento necessário para que o método empregado na ensilagem não diminua o valor nutricional obtido anteriormente. Isso é muito importante, pois além da queda da qualidade, podem acontecer casos em que toda a produção é perdida.

Siga as etapas da colheita da safra

Até que o processo de ensilagem esteja completo, são necessários várias etapas que o produtor precisa seguir rigorosamente. Eles são tão importantes que, caso não sejam seguidos, podem haver problemas como contaminação, perda parcial ou total da forragem — obrigando a compra de ração para todo o rebanho.

Verifique as condições das máquinas para o trabalho

Dentro do processo de ensilagem, muitas máquinas serão envolvidas. Em todas elas, é necessário fazer verificação mecânica, para que nada esteja fora do planejado no dia da colheita. Pensando nisso, é importante avaliar nas semanas anteriores a situação de cada trator e a condição das ferramentas que serão utilizadas. O ideal é que isso ocorra um mês antes da colheita.

Analise o fio das facas

A nossa orientação é que as facas sejam afiadas no mínimo 2 vezes ao dia durante a colheita. No início dos trabalhos, faça a primeira afiação. Quando chegar na metade do corte diário, repita o procedimento. Quando as facas estão cegas, rasgam e dilaceram a forragem, dificultando a compactação pois o material não ficará uniforme, aumentando as sobras no cocho.

Corte a forragem no campo

O corte é a primeira etapa no processo. Caso a colheita seja de milho ou sorgo, a altura ideal para o corte no campo é de 15 a 25 centímetros. Depois deverá ser picado em pequenos pedaços de 2 a 3 centímetros. Quando o trator estiver cortando, após os 10 primeiros metros, verifique se a picagem está sendo feita dentro desses parâmetros.

Compacte a forragem no fundo do silo

Logo após o corte, o material deve ser compactado em camadas. Compactar o material significa aumentar a quantidade máxima de silagem armazenada. Essa é a forma mais eficiente, garantindo o sucesso da boa ensilagem. Quando há compactação, o ar é expulso de dentro do silo, melhorando a qualidade da fermentação.

Aprenda as formas de compactar o material

A compactação pode ser feita de diversas maneiras. Alguns produtores usam pesos que afundam e pressionam a forragem. Outros preferem usar os animais para pisotear. Tome cuidado com o trator, pois se a roda estiver suja com terra ou barro contaminará o produto, perdendo a qualidade ou até mesmo toda a forragem.

Transporte o material armazenado

Quando o produto estiver devidamente compactado, coloque-o na carreta para transportar para o silo. Nesse momento, a produtividade será aumentada caso o silo esteja próximo a área onde a silagem foi recolhida, diminuindo o tempo de transporte.

Atente para o nível da umidade

A umidade da forragem, ou sua porcentagem de matéria seca (MS%), é o mais importante fator para dizer qual a hora certa para colher. O teor de MS ideal do produto é de 30% a 35%, ou a umidade deve estar entre 65% a 70%. Para medir a porcentagem de MS, você precisará picar algumas plantas, usando nas mesmas um determinador de umidade do tipo Koster, e uma balança digital.

Agilize o processo de ensilagem

Quando todo o material estiver pronto para ser colocado dentro do silo, isso deve ser feito de maneira rápida. O tempo ideal é que seja cheio e fechado, tudo no mesmo dia.

Dessa forma, a chance do produto ser contaminado pela entrada de bactérias e oxigênio, será reduzida. Lembre-se que quanto menor for a quantidade de ar dentro do silo, maior será a qualidade da fermentação.

Escolha o tipo de silo

Existem vários tipos de silos. Entre os mais utilizados está o do tipo trincheira, com paredes nas laterais, e os de superfície. Segundo especialistas, é muito mais fácil compactar nesses tipos de silo. Além da praticidade, conseguem ser preenchidos de forma rápida, reduzindo perdas.

Vede o silo de forma correta

Todo silo deve ser vedado com uma lona específica. Elas são responsáveis por impedir a entrada do ar, de raios solares UV, da água da chuva e de micro-organismos capazes de tirar a qualidade da silagem. Em alguns casos, podem até mesmo estragar por completo toda uma safra, obrigando o produtor a comprar ração para o gado, aumentando seus custos.

Priorize lonas que sejam dupla face — com cor preta e branca. A cor clara ficará na parte externa, voltada para o sol. Já a escura ficará para dentro, em contato com a silagem. Algumas marcas de lonas já tem filtros UV com durabilidade de até 6 meses. É necessário a troca da lona após esse período, pois ela perde o revestimento de proteção ultravioleta.

Aguarde o tempo correto para fermentação

Uma boa compactação e vedação farão com que a fase de fermentação se inicie de forma rápida. Após isso, a silagem estará pronta para uso. O tempo recomendado para a silagem permanecer vedada é de, no mínimo, 30 dias.

O processo de ensilagem correto fará com que a perda da silagem seja mínima. No entanto, é preciso seguir todos os preceitos que a colheita e preparo do material pedem. Além disso, é essencial escolher uma lona de qualidade para o silo. Somente assim, será obtida uma silagem de alta qualidade para a alimentação do gado.

Você gostou deste texto sobre processo de ensilagem? Aproveite para assinar a nossa newsletter. Assim você receberá os conteúdos diretamente em sua caixa de entrada.

Siga nossas redes Sociais

Confira Também

Design com alma brasileira

A Lider Interiores é uma empresa brasileira do ramo moveleiro, fundada em 1945 por João da Mata Nogueira na cidade de Carmo do Cajuru, Minas

Abrir bate-papo
Fale com a gente!