Como se prevenir do Coronavírus no campo? Confira!

A agricultura é um serviço essencial e, mesmo com a ameaça do novo Coronavírus no campo, as atividades rurais não podem parar. A Covid-19, doença causada pelo vírus, afeta as vias pulmonares e oferece o risco de graves prejuízos à saúde, principalmente para quem apresenta histórico de comorbidades, como diabetes, hipertensão e obesidade.

Nos grandes centros urbanos, a pandemia levou ao isolamento social. Porém, no campo, os cuidados também são necessários, já que pessoas, veículos e equipamentos desempenham o papel de fontes de transmissão.

Nesse sentido, os gestores do campo devem estar atentos para evitar a contaminação entre a equipe, pois o vírus acomete todas as faixas etárias. Com o objetivo de ajudar você a estabelecer um plano de prevenção contra o Coronavírus no campo, preparamos o conteúdo a seguir. Acompanhe!

O que é o novo Coronavírus e quais as formas de contágio?

Trata-se de um vírus responsável por causar infecções respiratórias. Ele vem de uma família de vírus descoberta inicialmente em 1937 e que ao longo do tempo sofre mutações, sendo a última conhecida na China nos últimos dias de 2019. Por isso, a doença oriunda do Coronavírus recebeu o nome de Covid-19.

As formas de contágio se dão essencialmente pelas vias respiratórias ou contato físico. Bastante contagiosas, por exemplo, as gotas de saliva são expelidas em especial através da tosse, e podem viver em superfícies durante um período considerável, facilitando a disseminação do problema a partir do contato com essas superfícies contaminadas.

Ao levar as mãos infectadas ao rosto, à boca, ao nariz ou aos olhos, uma pessoa se contamina.

Como os processos de produção na agricultura podem disseminar o novo Coronavírus?

Conforme observamos, a disseminação do Coronavírus acontece principalmente por contato com superfícies contaminadas. No campo, equipamentos como machados, pás e roçadeiras, e até mesmo o manuseio de máquinas, devem receber atenção especial.

Essa máxima também vale para o contato com animais e vegetais. Apesar de não transmitirem o vírus, eles consistem em perigosas fontes de contágio para os trabalhadores.

Para que você tenha uma noção da importância de prevenir a disseminação do novo Coronavírus no campo: no Brasil apenas o setor de produção bovina emprega mais de 15 milhões de pessoas em todo território nacional, de acordo com informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Que cuidados devem ser tomados para evitar a disseminação da doença?

Separamos para você as principais medidas para prevenir a propagação do Coronavírus no campo. Acompanhe!

Ampliação dos pontos de higienização e maior frequência de desinfecção

Disponibilizar pias com água tratada e sabão é fundamental para matar o vírus e evitar a sua propagação. Para isso, procure fazer adaptações visando ampliar o acesso à higienização, mesmo que em áreas abertas, como acontece nas plantações de café e cana.

De acordo com os especialistas, a correta higiene das mãos ainda é a principal forma de impedir o contágio e a transmissão da doença. Por isso, a gestão da fazenda deve somar esforços para otimizar os pontos de higienização para seus trabalhadores, colaborando para a mitigação do vírus dentro da propriedade.

Respeito à distância segura

O distanciamento social também faz parte das metidas de prevenção contra a Covid-19. Essa necessidade vale tanto para os grandes centros urbanos quanto para quem trabalha no campo.

O ideal é respeitar a distância mínima de um metro entre os trabalhadores, mas quanto mais espaçado, menor o risco de contágio.

Uso de máscaras

As máscaras têm uso recomendado para toda a população pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Trata-se de um item individual, empregado como uma barreira de proteção contra o contato com saliva, que pode favorecer o contágio.

Além da utilização individual, o ideal é que as máscaras descartáveis sejam trocadas pelo menos quatro vezes ao dia. Explicamos: elas são superfícies altamente contaminantes, e sua higiene e descarte exigem pequenos cuidados.

No caso das máscaras individuais caseiras, é interessante passá-las com ferro quente antes do uso. A periodicidade de troca deve seguir a das descartáveis.

Cuidados na entrega de materiais

Conforme já adiantamos, o contágio se dá em especial via superfícies contaminadas. Portanto, é fundamental impedir o contato físico entre os trabalhadores.

Isso precisa ser observado nas pequenas rotinas do dia a dia: evitar contato com o motorista e com utensílios de cozinha compartilhados (talheres e xícaras), higienizar os documentos para entrega, entre outras situações.

Atenção ao compartilhamento de ferramentas de trabalho

Um cuidado importante: sempre higienize as ferramentas de trabalho e procure não compartilhá-las.

Ou seja, cada funcionário fica responsável pelas suas próprias ferramentas, do início ao fim do expediente, evitando ao máximo a divisão com outras pessoas.

Afastamento de funcionários com sintomas

Os colaboradores que apresentarem sintomas da doença, como febre, tosse, cansaço e dores pelo corpo, devem ser afastados do trabalho para a realização do teste de identificação da doença.

Caso positivo, a alternativa correta é fazer com que o infectado permaneça confinado de 15 a 20 dias em casa, até se recuperar por completo antes do retorno.

Disponibilização de álcool em gel para as áreas administrativas

O trabalho no campo não se resume à lavoura. A equipe do escritório também precisa tomar os devidos cuidados e higienizar constantemente as mãos, mantendo o distanciamento social e aplicando o álcool em gel 70%.

Ele é recomendado para os momentos em que não é possível lavar as mãos com água e sabão. Como os documentos também podem ser agentes de transmissão do vírus, esse cuidado é fundamental!

No fim das contas, a prevenção ainda é a solução ideal para afastar a ameaça do novo Coronavírus no campo. A adoção de medidas de urgência para reforçar práticas de higiene em todas as etapas da cadeia de manejo de animais e produção de alimentos, então, tem capacidade de causar um impacto bastante positivo.

Vale lembrar que é importante prestar atenção especial ao transporte e à manipulação das mercadorias nos centros de distribuição. Afinal, esse pode ser um potente foco de disseminação da doença. Assim, você dá grandes passos em direção ao afastamento do Coronavírus no campo.

Gostou do artigo? Foi útil para você? Então aproveite a visita ao blog e assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos relevantes!

Siga nossas redes Sociais

Confira Também

Design com alma brasileira

A Lider Interiores é uma empresa brasileira do ramo moveleiro, fundada em 1945 por João da Mata Nogueira na cidade de Carmo do Cajuru, Minas

Abrir bate-papo
Fale com a gente!