Conheça 7 boas práticas para ter uma fazenda sustentável

A agropecuária desempenha um importante papel na economia brasileira. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o setor produziu entre 224,1 a 228,2 milhões de toneladas e teve um saldo de 19,2 mil empregos no ano de 2017.

Percebe-se, então, que existem inúmeras oportunidades para crescer. Porém, todo esse desenvolvimento deve ser acompanhado com muito respeito à natureza. Já não é mais aceitável utilizar os recursos do nosso planeta, como a água, indevidamente.

Quem toma essas atitudes perde espaço no mercado, já que muitas gestões agrícolas se preocupam com o pensamento ecológico. Este post vai mostrar 7 práticas que uma fazenda sustentável deve ter. Vamos lá?

1. Descartar resíduos corretamente

As atividades antrópicas geram uma grande quantidade de resíduos. As ações do agronegócio são aquelas que exigem muita atenção de seus gestores.

Uma das principais formas de agressão ao meio ambiente em uma fazenda é caracterizada pelo descarte incorreto de resíduos. Qualquer embalagem ou produto utilizados em sua produção devem ser direcionados para o local correto.

Infelizmente, muitos produtores ainda não praticam a coleta seletiva ou a reciclagem de materiais.

Como consequência disso, o solo e os lençóis freáticos são contaminados, desfavorecendo o potencial produtivo de sua região. E esse problema não afeta apenas a sua propriedade. De fato, todos os moradores das redondezas são atingidos.

Desse modo, estude a sua produção agrícola e veja como é possível reaproveitar materiais. Você pode, por exemplo, usar pneus velhos de veículos em algumas plantações ou, até mesmo, fazer monumentos decorativos para o jardim.

Além disso, o lixo orgânico pode ser transformado em compostagem também.

2. Utilizar energias renováveis

As fazendas modernas já não são mais as mesmas de antes. Hoje em dia, existem tecnologias que melhoram a rotina de trabalho no campo. A energia elétrica é uma realidade, e é considerada por muitos como algo básico em qualquer fazenda sustentável.

Ao utilizar aparelhos eletrônicos, você automatiza tarefas e gasta menos tempo e recursos. Porém, como controlar o consumo de energia sem comprometer o desempenho da gestão?

Pois bem, as energias renováveis são ótimas opções nessas horas. Os painéis fotovoltaicos representam aquilo que há de mais moderno e eficiente no mercado. Essa tecnologia transforma a energia térmica do sol em energia elétrica.

A partir disso, você consegue abastecer todos os sistemas e ferramentas eletrônicas e tornar a fazenda sustentável.

Saiba que existem outras opções, como a energia eólica e a energia da biomassa também. Portanto, procure um especialista nesse assunto e descubra qual é a melhor solução para você.

3. Fazer a rotação de culturas

A rotação de culturas é uma prática antiga, mas que ainda apresenta bons resultados em uma fazenda sustentável. Esse processo fomenta o melhor aproveitamento do solo por causa das seguintes metodologias:

  • aprofundamento das raízes;
  • drenagem otimizada;
  • aplicação de diversas culturas biológicas;
  • estudo das condições do clima e do solo;
  • controle de pragas.

Com isso, você escolhe as culturas que mais se ajustam ao solo de sua propriedade. Dessa maneira, os nutrientes do solo não são exauridos e a produtividade aumenta.

4. Investir na nutrição e conservação do solo

A conservação do solo é um ponto fundamental para qualquer fazenda sustentável. É do terreno que as plantas retiram os seus nutrientes. Se esse processo é interrompido ou não tem a qualidade adequada, todas as outras etapas produtivas são colocadas em risco.

Por isso, você deve ir além do uso de máquinas e agroquímicos, criando novos hábitos, como:

  • semeadura em contorno;
  • introdução do plantio direto;
  • terraceamento agrícola.

5. Utilizar a integração lavoura-pecuária-floresta

Toda fazenda sustentável precisa ser enxergada como um organismo vivo. Se algum de seus componentes não estiver bem, todos os outros não conseguem trabalhar corretamente. Nessas horas, a integração lavoura-pecuária-floresta merece toda atenção e cuidado.

Esse processo melhora os solos degradados, fomenta a biodiversidade e otimiza as produções de carne, leite e grãos.

Sistemas integrados utilizam várias atividades em uma área. Na maioria dos casos, há o plantio de culturas anuais no verão, como arroz, milho e soja, e de árvores associadas com espécies forrageiras.

Quem toma essa atitude pode fazer o uso eficiente de todos os recursos da fazenda sustentável sem colocar em risco a natureza. Além disso, a prática melhora a qualidade da água e do solo, reduz o uso de agrotóxicos e garante mais segurança contra as adversidades climáticas.

Em outras palavras, só quem não aplica a integração lavoura-pecuária-floresta tem a perder — e você não pode cometer esse erro, certo?

6. Fazer uso da biotecnologia

Quando se fala em tecnologia, muitos produtores já ficam de cabelo em pé, seja pela falta de conhecimento, seja pelo medo da inovação. Contudo, a biotecnologia é uma forte aliada dos profissionais que desejam melhores resultados e uma gestão que aplica o pensamento sustentável em seu dia a dia.

Além de permitir o uso de grãos mais resistentes, a biotecnologia permite elevar a quantidade de nutrientes nos alimentos e, até mesmo, torná-los mais saborosos.

No final das contas, o produtor consegue investir com mais qualidade e o consumidor fica mais satisfeito.

7. Utilizar a água da chuva

A água é o bem mais precioso do planeta Terra. Sem ela, a vida como conhecemos não teria se desenvolvido. Durante milhões de anos, os seres vivos utilizaram esse recurso para fazer tarefas básicas e, hoje em dia, a nossa sociedade a utiliza em quase todos os processos produtivos — inclusive na agricultura.

Porém, a abundância de rios e lagos faz com que muitas pessoas não se preocupem, abrindo brechas para o desperdício. Uma fazenda sustentável precisa utilizar a água com consciência. Desse modo, a água de chuva é uma possibilidade que melhora o seu desempenho e economiza o recurso.

Um produtor que respeita a natureza cria um sistema para captar, armazenar e distribuir a água em toda a propriedade. Com isso, você garante o abastecimento da lavoura por um período maior e reduz os riscos de perdas por seca.

Ao ler este conteúdo, você descobriu 7 boas práticas para ter uma fazenda sustentável. Portanto, não perca mais tempo: implemente-as o quanto antes e obtenha resultados surpreendentes.

Quer ficar por dentro das novidades do mercado? Pois bem, assine a nossa newsletter e receba conteúdos valiosos em primeira mão em sua caixa de entrada!

Siga nossas redes Sociais

Confira Também

Design com alma brasileira

A Lider Interiores é uma empresa brasileira do ramo moveleiro, fundada em 1945 por João da Mata Nogueira na cidade de Carmo do Cajuru, Minas

Abrir bate-papo
Fale com a gente!